Valorizar a água

 

Neste dia 22 de Março, celebra-se o Dia Mundial da Água com o tema valorizar a água.

Nos últimos anos o Algarve tem sofrido de escassez de água, sendo que o período critico é o Verão devido à pouca precipitação durante o período de inverno e às elevadas temperaturas que se fazem sentir durante o Verão, faz com que a taxa de evaporação de água seja mais elevada e os terrenos se tornem mais ressequidos. Devido às alterações climáticas o ciclo hidrológico da água tem se alterado, os invernos ficaram mais secos.

No ano de 2020 as barragens atingiram níveis muito baixos, sendo que só haveria água até ao final de 2020, caso não chovesse. Felizmente, nos meses de Março, Abril e Maio choveu bastante e este ano o Algarve também foi contemplado com chuvas regulares. Assim sendo, as barragens atingiram bons valores, porém é preciso tomar medidas para poupar o máximo de água possível, porque como se tem verificado o ciclo hidrológico da água está desregulado e todos os anos a região algarvia pode sofrer de escassez de água.

É muito importante que se valorize cada vez mais a água e que se passe a sua importância às gerações mais jovens, são elas o futuro. A água é um recurso finito, insubstituível, indispensável à sobrevivência das espécies e do planeta. Não é apenas o Homem que depende da água para viver, todos os seres vivos necessitam da mesma.

Existem medidas que podem ser adotadas:

  • Armazenamento de água da chuva – servem para lavar os carros, regar os jardins e pequenas hortas;
  • Plantação de espécies autóctones nos jardins de casas, escolas, jardins municipais - estas espécies estão habituadas ao clima da região e consumem menos água dos as exóticas;
  • Ter sistemas de rega automáticos e personalizados com a hora de rega e o tempo estimado.
  • Regar os jardins pela manhã e ao entardecer – Faz com que evaporação da água seja menor;
  • Lavar o carro com balde e escova – controla-se melhor a quantidade de água gasta.
  • Em casa:
    • Lavar os dentes usando um copo de água;
    • Ter baldes em casa para o aproveitamento da água que corre antes de chegar a água quente;
    • Tomar duche rápidos em vez de imersão e desligar a torneira quando se está a ensaboar;
    • Lavar a roupa ou a loiça sempre com as máquinas na carga máxima;
    • Ter dois doseadores de descarga no autoclismo, máximo e mínimo.
  • Na agricultura:
    • Optar por sistema de rega eficientes que calculem a quantidade de água que a planta necessita para evitar o regadio em excesso.
    • Optar por exploração de espécies autóctones ou que necessitem de menos de água.
  • Mais medidas:
    • Optar por compra alimentos em granel em vez de embalados – o consumo de plástico faz com que haja um gasto de água na sua produção.
    • Sempre que poder opte por fatura eletrónica – com esta medida poupa-se água e árvores.

Tal como todos, a Taviraverde também contribui para uso eficiente da água e sua valorização tendo um controlo ativo das perdas de água na rede de abastecimento de modo a atuar o mais rápido possível em caso de rotura da conduta.

O planeta é um sistema em que está tudo interligado para que funcione, para além destas medidas, também é preciso ter em consideração a desflorestação, a poluição atmosférica e terreste, as produções e consumos excessivos de todo o tipo de produtos, desde os alimentos até a mero objeto.

Este ano a Taviraverde associa-se a uma iniciativa da APDA (Associação Portuguesa de Drenagem de Águas) que consiste em fechar as torneiras das nossas casas entre as 22h e 23h no dia 22 de Março. A Taviraverde lança-vos deixa-vos também este desafio.

 
 
© 2007 Taviraverde - Empresa Municipal de Ambiente, E.M. - Todos os direitos reservados.
Design IP Quatro - Desenvolvimento ADJ 3 Sistemas, Lda.